7.12.2009

NEO-FÓSSEIS II

A escultura entrou na minha vida pela mãos (literalmente) de Angelo Taccari. Escultor clássico, dominava a argila como poucos, anatomia humana como os grandes mestres, e técnica de queima e pintura como ninguém. Convivi com este artista e amigo, que por coincidência também era meu sogro, e me influenciou definitivamente no gosto pela escultura. Aprendi a trabalhar com cimento, ferro e solda elétrica, e assim começaram a nascer a série de peixes que desenvolvi nos anos 90. No próximo post.

2 comentários:

claudio boczon disse...

Só hoje cheguei por aqui, bom à beça teus vários trabalhos, que já acompanhava no brógue do Solda.

Abraço, vida longa e próspera!

Lee Swain disse...

Claudio, tb acompanho suas intervenções no blog do compadre Solda. Gostei muito dos seus Despojos de Brancaleone,

Sucesso na mostra e obrigado pelo incentivo.

Swain