7.31.2009

THE RATS


Uma fotógrafa holandesa diz ter ensinado dois ratos a posarem para ela segurando minúsculos instrumentos musicais. Ellen van Deelen, de 51 anos, conta que utilizou comida como compensação para adestrar os animais.

Em suas fotos, os ratos Moppy e Witje parecem realmente tocar instrumentos como banjo, flauta, violão e saxofone, entre outros.

"Eu odiava ratos. Mas depois que adquiri esses dois, me dei conta de que são animais limpos e muito inteligentes", afirma. "Tão inteligentes que reconhecem seus próprios nomes e entendem o que eu digo."


O trabalho de Van Deelen também inclui fotos de insetos, gatos, aves e plantas. "Como sou cristã, espero que minhas fotos mostrem um pouco da linda criação de Deus", diz


RESTI REVISTI II

Bebendo de flor em flor, de pedra em pedra, capturava os melhores momentos de cada inscrição. Foram anos descobrindo novas pedras em becos e pátios de igrejas, metros e metros de telas até chegar na composição que me satisfazia. Estava tecendo os fios de uma teia que se estende até os dias de hoje. Depois eu conto mais.

RESTI REVISTI I

Revendo fragmentos. Ou em italiano, Resti Revisti. Assim batizei o processo que desenvolvi para extrair das milenares pedras romanas, a estupenda beleza dos textos gravadas por artistas insuperáveis. Com cores acrílicas e movimento de espátulas sobre tela pré-tratada,  consegui transferir textos de muitos séculos para os nossos dias. 
Foto Bernardo Gregori

AMOR ANTIGO

Acho que foi de tanto apanhar pra desenhar letras nas primeiras agências em que trabalhei, que acabei me apaixonando por tipografia. Um amor que foi só aumentando. Cheguei a desenhar famílias inteiras de fontes para os concursos que a Letraset promovia. Até que conheci as inscrições romanas através de uma revista alemã, Novum Gebraushgraphic, na Biblioteca Pública de Curitiba.

Que limpeza e elegância de tipos, como eles podiam fazer na pedra, séculos atrás, aquilo que eu não conseguia fazer com lápis e papel? Copiei centenas de vezes estas inscrições até incorporar cada detalhe de cada letra. Quis o destino que eu fosse morar um dia em Roma. Passear pelos seus becos e encontrar inscrições era um dos meus maiores prazeres. Fiquei obcecado com a idéia de encontrar um jeito de "extrair" aquelas formas da pedra para algum outro suporte, mas não sabia como. Desta curiosidade nasceu o embrião de uma idéia que realizou um dos meus maiores sonhos. 

UM CANTINHO, UM VIOLÃO

Nosso amor, uma canção, até o apagar...
Foto de quem mesmo?

GIANA SENA

Tanti auguri, Gi!

MAYRA E NÍVIO DIZEM SIM

Um ritual bonito, uma fé cega. Assim se tornaram marido e mulher, Mayra Taccari Nogueira e Nívio Souza, sob as lágrimas dos pais e amigos. Porque a gente chora em casamento?
Foto Lee Swain


CHIC NO ÚRTIMO

Mundo Cão Fashion Week.
Foto Lee Swain

7.30.2009

NATAL

Genipabu. Só burro não sabe o que é bom.
Lívia e Maria posam de turista nas dunas de Natal.
Foto Lee Swain


TIPO-GRÁFICO

Mais uma carinha de minha lavra.

BALANÇO DA VOVÓ IRENA

Desde que me conheço por gente, minha vó espetava suas agulhas nesta cadeirinha de balanço. Agora serve também de porta santinho. Amém, vovó.


SÃO PAULO COM ARTE

Nina Moraes assina esta série de colagens expostas na Mostra das Galerias em maio deste ano no ibirapuera.

VOVÓ IRENA

Vovó Irena quando jovem acenando para mim (estava então com 99 anos). Este ano completa 102 primaveras.

ALMANAQUE DO PENSAMENTO



7.29.2009

TIRADENTES

Tiradentes foi um dos passeios mais encantadores que eu e Maria fizemos. Bom Hotel, ótimos restaurantes, passeios bonitos, boas compras, gente simpática e uma paisagem mineiríssima. Quer mais o que? 


KAKA PARA ADIDAS

Bela campanha da Adidas na África do Sul, aproveitando o estilo bem ao gosto local de pintura naif.

DIRETOR DE BAIXINHOS

Durante os anos em que me dediquei à direção de comerciais, trabalhei muito com crianças. Não que gostasse particularmente, a bem da verdade, achava um saco. Mas não escondia muito isto, ao contrário, falava com elas diretamente, sem tratá-las como criancinhas, e por incrível que pareça isto funcionava. Descobri ques baixinhos não gostam de chantagem, preferem ser tratados com honestidade. Na foto, um comercial para a Campanha de Vacinação para a DM9 de Salvador.

BABY

Esta é a tia Baby. Todo mundo deveria ter uma, assim a vida seria mais divertida. Com ela não tem tempo ruim, é show garantido. 

MICKEY COM FILTRO

Quando me dá vontade de fumar, eu pinto um quadro. 

PRESENTES DA VIDA

Quando conheci Maria, ela já era mãe de três molecas, Mayra, Lívia e Nara (na foto falta a Nara). Foi amor ao primeiro tombo. Ganhei na loteria da vida tres filhotas adoráveis. Sorte não é pra quem quer.

7.28.2009

CROUTON DE CIABATTA

Receita de Croutons de ciabatta para acompanhar sopas

Esta é uma receitinha bem simples que pode acompanhar diversas sopas ou caldos: sopa de cebola, abóbora, crème de champignons, caldo verde, etc. Perfeita para o inverno. Anote aí:

Cortar uma ciabatta em fatias

Refogar folhas de sálvia até começarem a escurecer

Reservar

Molhar as ciabattas no azeite das sálvias

desprezar o óleo restante

Ralar queijo parmesão sobre as ciabattas, apertar um pouco para fixar o queijp e colocar na frigideira (sem óleo) até dourarem

Servir com as sopas sem esquecer de acrescentar as sálvias no caldo


CARA NOVA NO PEDAÇO

Tem cara nova na minha prancheta.

SALVE SIMPATIA

Maria e Marcus Vinicius Bond rindo da vida em Ibiúna.


CAOS

Detalhe da caótica organização 
do meu ateliê de Ibiúna. 

CIBAR NA FOTO

Paraguaio legítimo, quando Cibar foi contrabandeado para o Brasil, não conseguiu aprender o portugues, esqueceu o espanhol e por isso virou um dos melhores mímicos que se tem notícia. Superado este episódio, dedicou-se à caça de leões, e trouxe vários de Cannes para o Brasil, graças a sua certeira pontaria criativa. Homem de poucas palavras e muitas letras, Cibar passou pelas melhores agências do país, como Young Rubincam, Lintas, DM9 e Grottera, entre outras. 

Sócio e Diretor de Criação da Tônica, acabou de voltar de Gramado, arriscando pegar uma gripe suína, para receber o prêmio pela campanha do Clube da Voz.

7.27.2009

PROFESSOR DE GANGSTER

Neste comercial que dirigi para Vedacit, um grupo de mafiosos resolve acabar com as infiltrações na base do berro. 
Foto de Ronaldo de Sousa

AMIGO É PRA ESSAS COISAS

100 ANOS DE CAMAROTE

Esta viagem que fiz com Maria a Paris foi leve como o vôo da gaivota que cruzou minha câmera. Só percebi a coincidência quando revelei as fotos. Boa surpresa.

O SELVAGEM DA MOTOCICLETA

Em Roma, faça como os romanos: ande de moto. Assim eu fiz. Durante os anos que morei na Itália, esta Honda Custom 500 cc me levava por todo o centro histórico de Roma e arredores. Lá, os motorista respeitam mais as motos que aqui, mas xingam muito mais. E viva L'Itália!

ANNA TACCARI, A RAINHA DO OSCAR

Logo que comecei a namorar a Maria, fui percebendo que estava me aproximando de uma família muito peculiar. O pai, um artista, e a mãe, uma figuraça, apaixonada pelo marido, por música e por... cinema. 

D. Anna, filha de calabrezes, não tinha papas na língua. Dizia tudo na lata, pra quem quer que fôsse, sem nunca perder a linha. Organizou durante mais de trinta anos em sua casa a festa do Oscar, onde dezenas de amigos se reuniam para apostar nos vencedores do concurso. 

Quando jovem venceu um concurso nacional de musica erudita, e ganhou uma bolsa para a Alemanha. Na volta, passou pela Itália, onde conheceu Angelo Taccari, que viria a ser seu companheiro para o resto da vida.

7.26.2009

DICA CATRACA LIVRE: DOCUMENTÁRIO PIXO

Assista a 10 minutos do documentário Pixo. Imagens inéditas de pichação da Faculdade Belas Artes e de outros prédios fazem parte da produção de João Wainer e Roberto T. Oliveira.

Tendo como vertente principal a vida do ex-pichador Djan Ivson, 24, o fotógrafo do jornal Folha de S.Paulo João Wainer e seu irmão Roberto T. Oliveira produziram “Pixo”, documentário sobre os pichadores da cidade de São Paulo.

O documentário discute justamente se a pichação é uma expressão artística ou um crime contra o patrimônio. A produção registra diversas ações de pichadores e desvenda alguns dos códigos de conduta desta tribo. 

ww.dailymotion.com/user/FondationCartier/video/x9sdzs_pixo-un-film-d


DICA CATRACA LIVRE: SHOW DE ANA CAÑAS

Ana Cañas faz show no Shopping Metrô Tatuapé, neste domingo, 26, às 13h. No repertório estão canções inéditas de seu segundo álbum “Hein?” – lançado este ano, que conta com participações de Liminha e Arnaldo Antunes.  Sucessos  como “Devolve Moço” e  “Super Mulher” também estão na lista.

O evento faz parte do projeto Domingo Musical, realizado em parceria com a Rádio Alpha FM. Com entrada Catraca Livre, a apresentação acontecerá na Praça de Eventos do empreendimento, localizada no Piso Tatuapé.

O Que:

Ana Cañas

Quando:

Dom 26/07 às 13:00

Quanto:

Catraca Livre

Onde:

Shopping Metrô Tatuapé

Endereço:

Radial Leste com a Rua Tuiuti, integrado à estação Tatuapé do Metrô - Leste. Telefone: (11) 2090-7400

 

As informações acima são de responsabilidade do estabelecimento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

 

CATRACA LIVRE

O Catraca Livre é um guia da cidade de São Paulo. É uma agenda cultural do que há de melhor e de graça na cidade; é também um olhar sobre os talentos, as pessoas e invenções, que criam novos caminhos para a metrópole. 

O Catraca Livre é a cidade, a arte, a cultura, a educação e seus personagens todos. É um jornalismo apaixonado por São Paulo: curioso em descobrir a cidade e dedicado a apresentar o que descobre. 

Com esta iniciativa, as coisas boas da cidade ficaram a um click de distância. 


DOMINGO DE GRAÇA

Domingão com chuva em São Paulo. O que fazer? Programa não falta. A Dica de hoje na verdade é um site que reúne o que há de melhor, e DE GRAÇA, na programação de São Paulo. Leia a seguir, vale a pena.

7.25.2009

DIA DO GATO!

Tanti auguri, malscalzone!
Foto de SabeDeus



PILOBOLUS, CRIAÇÃO EM MOVIMENTO

video
Fundado há 40 anos em Connecticut, o grupo Pilobolus logo se tornou conhecido mundialmente pelas imaginativas performances de seus dançarinos. Um show para os olhos e para a mente.

7.24.2009

CLUBE DO ZEQUINHA III

Alguns meses depois de ganhar a concorrência do ICM das crianças, algumas coisas começaram a mudar na P.A.Z. Entraram novas pessoas, diretores de tudo que é tipo, e o clima de euforia deu lugar a pequenas intrigas, o ambiente começou a ficar pesado, nuvens escuras no horizonte. 

Ah, o dinheiro! Quem foi que disse que o dinheiro não traz  felicidade? Neste caso pode ter trazido, mas não pra mim, que acabei me desligando da agência antes que me desligassem... senti apenas por deixar meu amigo Werneck sozinho na tempestade. Muitos anos mais tarde, olha só o que é o destino... mas isto é uma história pra daqui a pouco.
Ilustração do Zequinha: Nílson Muller


MURO DE BERLIM

Eu estive lá! E mijar no muro teve um sabor de desforra, como se eu estivesse vingando todo o mundo ocidental dos crimes do holocausto, do nazismo, do Fuhrer. Foi por pouco. No ano seguinte ele foi derrubado. 
Foto Maria Taccari

CLUBE DO ZEQUINHA II

Contrariando toda e qualquer previsão, aquela dupla inexperiente, que estava à beira de ser despedida da agência, acabou ganhando a maior concorrência de todos os tempos, sem que nem o próprio Zeno entendesse como isso acontecera, porque a P.A.Z. não tinha nenhuma influência ou lobby no governo. 

O final desta história é longo, mas até este capítulo, estava a nosso favor. Meu salário e do Werneck mais que dobraram, todos batiam nas nossas costas e o estacionamento da agência vivia cheio de carros com placa branca. Os meninos da faculdade tinham achado a figurinha carimbada.

CLUBE DO ZEQUINHA I

Corria o ano de 1979, o governo do Estado do Paraná acabava de lançar a maior concorrência para a campanha de arrecadação do ICM. O Governador Ney Braga anunciou o tema para as agências: a idéia era ressuscitar o Zequinha, um personagem que nas décadas de 50 e 60 tinha virado mania entre a molecada, cujas figurinhas embrulhavam balas de puro açucar. 

Na época, eu trabalhava na P.A.Z. do Zeno José Otto, e fazia dupla com o Ruy Werneck. A agência não passava por uma fase muito boa, e o Zeno não parecia muito seguro de entregar a campanha nas mãos de dois garotos recém saídos da faculdade, que nunca tinham participado de uma concorrência. O que viria a acontecer a seguir ele não poderia imaginar.

MINHA PRIMA DAISY

A risada mais contagiante era a sua. Generosa, dava até o que não era dela. O Caco de Paula a chamava Margarida Stone. Daisy Rocha, até mais verde.

7.23.2009

CALENDÁRIO 50 ANOS DE BAIÃO

Uma sanfona infinita tocada pelos grandes mestres do baião. Esta foi minha inspiração para a criação do calendário em comemoração aos 50 anos do ritmo, desde seus precursores até o Borghetinho dos dias de hoje. Editado há exatos 10 anos.

ROMÂNTICOS DE PLANTÃO

Para os irremediávelmente românticos, que não tem problemas com excesso de açucar (é meio meloso), lá vai uma dica de site da minha filhota Lívia. http://leloveimage.blogspot.com

PARECE QUE FOI ONTEM

Durante uns 2 anos criei capas para a revista Emmanuel, no início dos anos 80. O dinheiro era pouco, mas a condição invejável: o que eu fizesse era publicado, sem censura (a revista era religiosa). 

SÃO PAULO ABANDONADA


Postei ontem uma nota sobre o movimento São Paulo Abandonada, graças a uma entrevista na rádio CBN com o líder do movimento, Douglas Nascimento. Para minha surpresa, o próprio Douglas fez um comentário neste blog, agradecendo a nota e justificando inclusive uma crítica que fiz a respeito da estrutura do site. Caro Douglas, se vê que sua atenção não se limita apenas à cidade.

Sou curitibano transplantado há mais de 20 anos em São Paulo,  e sou apaixonado por esta cidade e suas velhas contruções. Passeio pelo centro fotografando detalhes do que sobrou, e fico triste com o fim melancólico de uma arquitetura belíssima que se degrada a olhos vistos, sem que aparentemente ninguém se preocupe. Por isso foi com muito entusiasmo que ouvi a notícia de que tem gente se mobilizando para defender o pouco que sobrou da memória de São Paulo. Me coloco à disposição para participar de alguma forma deste movimento de amor à esta sofrida cidade que precisa de carinho e decidação de gente como esta que faz o São Paulo Abandonada. A cidade agradece. http://saopauloabandonada.com.br
foto lee swain

7.22.2009

STELLA MIA

Chef Grimaldi indica a melhor cerveja na opinião 
de Lee Swain. Verdade ou Merchandising?

NEO-FÓSSEIS III

Série de esculturas que desenvolvi 
com sucata de ferro e cimento.

TOKIE ESAKA

Por trás deste rostinho bonito se esconde uma designer de mão cheia. Pintou e bordou na S/A Design antes de assumir a área de Design da Disney no Brasil, onde está até hoje. Para relaxar costuma correr a Maratona de Nova York. Virtude: sorriso em todas as horas. Defeito: desmarcar almoço com os amigos.

CALENDÁRIO MESTRE DIDI

Calendário Homenagem aos 80 anos do Mestre Didi, 
escultor baiano e sacerdote da umbanda.
Direção de arte: Tokie Esaka.