10.24.2009




Risoto de lulas, harmonizado com meu prato predileto neste mundo:Simplesmente vôngole!
 Porém antes...
 
Ma che Madeleine, caro Proust, amico di mia madre.
 Si chiama Frascati. E non é uma demoiselle petit four francesa, ma guardate  dove si cammina, é um néctar nato próprio de uma regione del mondo eterna, Roma.

Começo esta receita pelo vinho: Frascati.
 Um branco seco: Vino dei Castelli. 
Não pelo que não é. Ou seja: Vinho muito fino, complicado.
Mas pelo o que ele é para mim. 
Uma Madeleine do Proust.No primeiro gole estou sentado à mesa com i miei nonni, Marzio e Rosina. 
Maravilha, lava a alma e, em minha opinião, harmoniza sim, muito, com os frutos do mar.
Mas vamos colocar a mão no bolso e comprar o farnel.
 
O vinho já falamos pelo meu ponto de vista. Mas vocês que sabem. Cada um tem suas "Madeleines".

Um comentário:

RUI disse...

In vino veritas: cerveja é melhor! Abraços, Werneck