12.29.2009

TAMBÉM SABEMOS FAZER BALANÇO



Ontem eu e Maria éramos dois jovens que resolveram juntar os trapinhos e viajar para Roma. Hoje somos dois jovens sentados em uma mesa, olhando em torno e vendo a casa mais cheia, filhas casadas, outras querendo, gente que veio, gente que se foi. O tempo passou por nós, perdemos algumas coisas, mas ganhamos tantas outras, que temos a sensação de estarmos no lucro.  Lendo tantas listas por aí dos melhores e maiores do ano, resolvemos também fazer nosso balanço e colocar no papel as dez coisas que mais marcaram nossas vidas nesta década. A ordem dos fatos não obedece uma cronologia, nem grau de importância, estão colocados aleatoriamente, mas refletem a nossa mais sincera opinião.


Nascido prematuro, Joaquim enfrentou uma batalha feroz pela vida nos primeiros meses. Se mostrou um grande lutador, e além de unir ainda mais a família, o pequeno Joaquim foi de longe a melhor coisa que nos aconteceu na década. Obrigado Nívio e Mayra pelo presentão.

Dois é bom, três é demais. Demais de bom. A viagem que fizemos junto com nossa filhota Lívia para Natal em 2004 começou com um pacote promocional, e graças à nossa química, se transformou em uma aventura memorável. Viagem perfeita, pacote completo de emoções e bom humor a três.

A década teve bons filmes, mas poucos nos causaram tanto impacto quanto a obra de Lars Von Trier, de 2003. O diretor abriu mão de recursos cenográficos para revelar uma Nicole Kidman nunca antes vista. Um filme teatralizado ou um teatro cinematográfico? Não importa, para nós uma das melhores realizações da década.


Maria e eu conseguimos realizar um grande desejo: uma mostra com as esculturas remanescentes de seu pai, Angelo Taccari, um ano após sua morte. Artista italiano, Angelo chegou ao Brasil na década de 50 para aqui ficar, e deixar além da vasta obra inspirada no universo feminino, um círculo de admiradores que o recorda sempre com a alegria que era sua marca. Em Setembro de 2005, na Galeria Arte Aplicada, São Paulo.


Maria e eu lemos de uma sentada as aventuras e desventuras do pequeno chinês, que mostrou com as palavras a mesma desenvoltura que o consagrou como bailarino de Mao nos palcos do mundo todo. Por trás de sua história, a saga de um país continental que saiu do fosso da miséria a potência mundial emergente. Ligeiramente açucarado, o que não o tira da nossa lista dos dez melhores livros dos últimos anos.


Um Brasil romântico e colonial nos esperava por trás de uma viagem que parecia com tantas outras, naquele mês de outubro. Do Hotel estrelado ao restaurantinho mais simples, das ruelas antigas ao comércio de artesanato, tudo estava impregnado do clima mágico das Minas Gerais. Ou nós é que estávamos tão românticos naquela primavera de 2007?


O 1º casamento foi para celebrar com a família, em 87. Em 92, quando moramos na terra do Papa, em Roma, casamos novamente por uma questão legal, em uma cerimônia simples para poucos convidados. Precisava mais? Pois não precisava, mas talvez por isso mesmo, o terceiro matrimônio, em agosto de 2008, acabou sendo o mais emocionante de todos. O próximo? Aguardem...


As trouxinhas do Mestiço são uma unanimidade entre nós: não tem nada mais crocante e delicioso para abrir o apetite. Quanto ao prato principal, há controvérsias: eu prefiro o Ásia, filé em tiras com molho de ostras, a Maria vai sempre de salmão grelhado. Foi o restaurante que mais frequentamos na década.


Anna Taccari não era uma pessoa qualquer. A mãe da Maria foi um personagem como poucos, não tinha papas na língua, e para o bem ou para o mal, dizia sempre o que pensava das coisas. Musicista e poeta, Anna deixou inúmeros manuscritos, entre os quais uma relação de tudo que amou na vida. Serviu de inspiração para o livreto que editei em sua homenagem, distribuído em agosto deste ano por ocasião do 1º aniversário da sua morte.

Em julho de 2007 iniciamos uma reforma na antiga casa construída pelo pai da Maria, no sítio de Ibiúna. Resultado: a casa literalmente caiu, por estar com as fundações comprometidas. Foi um baque para os que conviveram nesta construção de mais de 40 anos
Mas como diz a música, levantamos, sacudimos a poeira e em outubro do mesmo ano, junto com nosso paciente arquiteto Sérgio Kipnis, começamos a erguer o lugar onde novamente nos sentiríamos em casa. E não poderíamos ter feito inauguração mais significativa: a nova casa foi palco do nosso terceiro casório.

17 comentários:

Anônimo disse...

Agradeço o e-mail, e o balanço muito positivo! Desejo outros 10 com o mesmo sucesso ! Em todos os sentidos!

Eduardo P.L.

Marcus disse...

E você teve a audácia de pensar em parar com este blog. Depois de ler esta retrospectiva extremamente bem elaborada, coisa que só você sabe fazer, eu fico mais esperançoso de que com um pouco de reflexão e um lobby caprichado, o sujeito cai na real e percebe que não dá para deixar os leitores na mão.
Grande abraço.

Marcus

Claudia disse...

Que " Bello " balanço.....espero que 2010 traga para vcs tantas maravilhosas emoções para o balanço da próxima década.....vc como sempre formidável !!!! Beijosssssss.

Anônimo disse...

Queridos, Um otimo 2010 para vcs daqui da cidade maravilhosa

BjsMaria Stella

(l' excessive) disse...

Que balanço ma-ra-vi-lho-so!!!!!!
Felizes pessoas que conseguem lembrar e registrar tanta coisa maravilhosa acontecida numa década.
Uma história simples, que acontece a muitas pessoas mas que por não ser comentada, passa como se não houvesse acontecido.
Parabéns, Lee, parabéns Maria, saúde ao Joaquim e que 2010 nos dê o privilégio de poder compartilhar de novo sua vida.
Muitas receitas, muitas fotos criativas, muita Arte (e você faz a da boa) e obrigada pela dica do livro ADEUS CHINA. Sou leitora compulsiva e este será o primeiro a ser lido depois dos 4 que recebi de presente do Noel.
Beijão, moço Lee!

Lee Swain disse...

Obrigado Eduardo, Marcus, Claudia, Maria Stella e Liz Kasper, um super ano pra vocês, e aguardem o próximo balanço, daqui a apenas uns dez aninhos, hehehe...

Manoela disse...

ficou 10 Tio!
Adoro muito voces dois! E que o ano de todos nós seja maravilhoso!

Beijos

ju rigoni disse...

Olá!

Vim para agradecer-lhe por haver entrado no "trem" do Dormentes. E, olha só, que surpresa!...

Lendo esse post cheio de amor, poesia, - vida -, saio daqui quase, e ousadamente, sentindo-me parte dessa linda família, tal a identificação...

Daí, aproveito para desejar-lhes muitas outras décadas que, se não iguais, semelhantes. Por enquanto, um Feliz Ano Novo para você e para os seus.

Bjs e inté!

p.s. - Só vou destoar no tim-tim. Você com seu on the rocks, e eu, apesar do carlor, escaldando o que me resta de neurônios num caubói.

Lee Swain disse...

Ju, foi um prazer viajar nos dormentes do seu blog, tb espero que seu trem rode muito neste 2010 que está partindo agora. Salut!

Anônimo disse...

Queridos Maria e Swain:

Neste mundo globalizado deste novo e presente ano, que nos faz pertencer a uma grande e enorme família, que ela seja pois, feliz, unida e cada vez mais generosa por esses momentos em que podemos compartilhar com amigos nossas idéias,reflexões, acontecimentos e aquisições tão encantadoras como netos,genros(e/ou noras)e outras, infelizmente, não tão boas assim.

Que 2010 nos sorria com alegria, paz, saúde, sucesso e muito trabalho! Ah, e um pouco de lazer pois ninguém é de ferro...
Beijos a todos vocês!
Christina.

Nota: Alvíssaras ao blog que, como São Paulo, não pode parar ....

Lee Swain disse...

Christina, como diz vc, neste mundo globalizado, a família tb acaba se globalizando, ou se blogalizando. E através deste artifício eletrônico, acabamos aproximando muita gente de carne e osso, como vc, que já era amiga e agora passou a ser da família. Bem-vinda a 2010, irmã de blog.

RUI disse...

L'excessive... aproveite a compulsão e leia NEM BOBO NEM NADA... dois mil e dez pede novos rumos e arejamento. Leia, comente, divulgue... tudo em nome da compulsão... que ajuda a manter a circulação culturo-sanguínea. Abraços, Werneck. Pedidos: rwcapistrano@gmail.com

Nara disse...

Xuxuzinho vc é muito criativo!!! Como sempre seu blog cheio de coisas interessantes... Adoreiiiii

Marcelo Amorim disse...

Lindo post! que vi só agora. Que a próxima década seja tão rica, ou ainda mais, que foi essa pra você e sua família e amigos, Lee. Um abração.

Lee Swain disse...

Valeu Marcelo, a família agradece. Tudo de bom procê em 2010, e apareça sempre, que vc já é de casa.

Cida disse...

Queridos,

Que lindos ....Tantos acontecimentos, lembranças, pessoas,mostras ...
Swain seu blog tá maravilhoso, muito bem feito, bem escrito. Adorei. Parabéns por essa família linda, por essa mulher linda que você tem. Não sei exatamente porque, mas te amo, te admiro muitissimo, apesar de você ter me demitido um dia (rs).
Tenho certeza que o seu proximo balanço será tão bom ou melhor do que esse e continue nos dado a alegria de saber tantas coisas boas sobre familia, mercado, arte, cultura, sobre você.
Beijo enorme no seu coração.
Cida Nascimento e família

Anônimo disse...

Swain so hoje pude ver pois estava presa no Carandiru. ahahahahha Voltei uns poucos dias e vi que voce vai voltar com o blog.Que legal. Voce e um genio e estamos combinado.
Te amo
Baby